1554 Visualizações

Maio mês da Família

MAIO MÊS DA FAMÍLIA

 Mesmo que os evolucionistas e antropólogos sejam contrario a origem da família, sabemos que DEUS é o artífice, e autor da família.

 Sendo a família uma instituição divina, ela está firmada na unidade básica da sociedade humana. As alianças feitas por DEUS envolvia toda a família, o exemplo maior disto é Abraão, “em ti serão benditas todas as famílias da terra”.Gen. 12:3.

 Como projeto de DEUS, a  família está sujeita às ordenações e as leis divinas, a monogamia, por exemplo. DEUS criou o homem, e depois criou a mulher, para uni-los em seguida, “por isso deixará o varão seu pai e sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão os dois uma só carne”  Gen. 2:24.

 No projeto de DEUS para a família, não existe a poligamia (um homem para mais de uma mulher).  Também não fez parte desse projeto a poliandria (uma mulher para mais de um homem).  Ainda também não fez parte do projeto a casamento em grupo conforme proposto por Platão.

 Mesmo aparecendo casos de poligamia já bem cedo dentro da sociedade, não teve a aprovação de DEUS, nas palavras de JESUS: “no principio não era assim, mas macho e fêmea Ele fez, portanto deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne”  Mat. 19:4-6.

Na atualidade, com a multiplicação do pecado, o homossexualismo está se avolumando, os humanos se esqueceram do seu criador, esqueceram de sua Palavra; na expressão:  Macho e Fêmea ele fez.  Os dois uma só carne.

 A família é tomada como símbolo da família celeste:  onde DEUS é o cabeça de CRISTO, CRISTO é o cabeça da igreja, e o homem é o cabeça da mulher, a nível apenas de degrau, e não de maior e menor, de superior e inferior.

 Assim sendo famílias que compõem a igreja que está em Vila Camargo:

 As mulheres; sejam sujeitas aos vossos maridos.

 Os maridos; amem as vossas esposas, como CRISTO amou a igreja, dando sua vida por ela.

 Os filhos;  obedecem aos vossos pais, no Senhor.

 Os pais; não provoquem a ira a vossos filhos.

 Os irmãos; amem se cordialmente uns aos outros, e assim cumprireis a lei de CRISTO.

Pr.  Gelson